O mal de Laodicéia

O mal de Laodicéia

Texto de A. A. Ronshausen

Publicado em "Mensagem da Cruz"

O grande pecado de nossos dias é a mornidão de Laodicéia, isto é, não ser frio nem quente: Apocalipse 3.14-15  “Ao anjo da igreja em Laodicéia escreve: Estas coisas diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente. Quem dera fosses frio ou quente!

Embora o mundo seja ímpio e pecaminoso, a grande batalha de hoje não é do mundo e sim, a da igreja. O laodiceismo é uma paralisia espiritual. É abandonar o primeiro amor, é experimentar um esfriamento do fervor e passar a ser morno, é professar fé sem possuí-la, que é o mais sutil de todos os pecados. O laodiceismo é um culto medíocre, é orar com indiferença, conformar-se com a falta de fruto espiritual, ter complacência com a ociosidade. É ofertar reclamando, sacrificar relutando, é não ter espírito de testemunho nem doação de vida. O laodiceismo é não sentir peso, não ter espírito quebrantado e de discernimento. É um povo iludido, que caminha para um julgamento e não para o galardão.

O laodiceismo é uma grande mentira e nisso está o maior perigo. Ele não destrói a ortodoxia (correta doutrina) nem a respeitabilidade. A vitima desse mal desconhece sua verdadeira condição e não se importa de continuar como está. Não sente o seu problema. Orgulha-se de sua religiosidade sem saber que, aos olhos de Deus, ele é infeliz, miserável, pobre, cego e nu. É religioso, mas o Senhor detesta sua religião e está a ponto de vomitá-lo de Sua Boca (“Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca; pois dizes: Estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma, e nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu.” (Ap 3.16-17).

Mas existe um remédio para este mal. E Jesus o apresenta:“Aconselho-te que de mim compres ouro refinado pelo fogo para te enriqueceres, vestiduras brancas para te vestires, a fim de que não seja manifesta a vergonha da tua nudez, e colírio para ungires os olhos, a fim de que vejas. (Ap 3.18).

O ouro é sempre um símbolo de autenticidade. Se esse povo aceitar a disciplina e repreensão divinas haverá esperança para eles (“Eu repreendo e disciplino a quantos amo. Sê, pois, zeloso e arrepende-te.” Ap 3.19). O Senhor está à porta e bate, observe que Ele não está do lado de dentro, não. Se alguém ouvir (obedecer) Sua voz, Ele entrará e ceará, isto é, terá comunhão com ele (“Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo.” (Ap 3.20). Precisamos dar ouvidos à exortação que Jesus dirige a igreja de Laodicéia. Tenha cuidado! Abandone a mornidão! Arrependa-se! Volte ao primeiro amor! Reavive o fervor, a pureza e o poder. Humilhe-se diante d’Ele em verdadeiro arrependimento. Oremos, irmãos, oremos!

 

Tópico: O mal de Laodicéia

Data: 04-07-2016

De: Roberto Neves

Assunto: Laodiceia somos nós

A palavra LAODICEIA significa (cidade do povo) era uma cidade com ideologias de sistemas democrático em pleno império romano, essa igreja representa as igrejas da era democrática de nosso tempo, ou seja Laodiceia é um sistema religioso capitalista e muito rico, todas as coisas do mundo estão aos seus pés, nada desse mundo lhe falta, mas Deus pede que ela se arrependa para não ser destruída junta com esse mundo.

Data: 21-03-2014

De: Clara Queiroz

Assunto: temor

Esse texto traz muito temor, faz-me desejar por viver em humilhação diante do Pai Eterno e vencer essa mornidão. Grande abraço

Novo comentário