4 (Quatro) Coisas Necessárias Para Fazer a Obra de Deus

4 (Quatro) Coisas Necessárias Para Fazer a Obra de Deus

“Sê forte e corajoso, porque tu farás este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais. Tão-somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares. Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido. Não to mandei eu? Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o SENHOR, teu Deus, é contigo por onde quer que andares. (Josué 1.6-9)

Introdução

A obra de Deus não pode ser feita por voluntários. Não pode ser feita de acordo de acordo com os projetos humanos independentes de Deus, Seu propósito e Sua vontade. Daí que, a tese deste estudo é que Deus tem um projeto, uma forma de executá-lo e para isto chama e comissiona homens para trabalhar em cooperação com Ele. No texto acima, seu projeto era conduzir o povo à terra prometida (vs. 6). Para isto chama Josué e lhe dá instruções especificas de como fazê-lo (vs. 7 à 9). Na leitura do texto acima podemos então destacar quatro coisas necessárias para fazer a obra de Deus, a saber:

1.     Consciência do chamado de Deus

Não to mandei eu? Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o SENHOR, teu Deus, é contigo por onde quer que andares.” (Josué 1.9)

“Não te mandei eu?” Fica claro a necessidade de ser enviado por Deus. Ninguém pode fazer a obra de Deus sem mandato. Doutra sorte, quem é enviado deve ter consciência disso. Outras aplicações deste versículo:

a)     Quem chama capacita: “Sê forte e corajoso...”

b)    A presença de Deus é garantida na execução do chamado: “Porque o Senhor é contigo por onde quer que andares” (Conferir com o nosso chamado em Mt 28.18-20; 1ª Pe 2.9; Rm 10.9-10).

 2.     Visão

“Tão-somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares.” (Josué 1.7)  

Sem visão não teremos estratégia, coesão e comprometimento do povo com a causa que esposamos. A visão do rumo certo nos compromete com a oração, estimula a nossa fé e fornece bases definidas para a obediência. Nossa visão prática:

a)     Evangelho do reino de Deus;

b)    Discipulado (Ser e fazer discípulos);

c)     Vida em comunidade (Comunhão e relacionamentos) e,

d)    Igreja nas casas.

3.     Transmissão

“Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido.” (Josué 1.8)

Transmissão diz respeito à forma e comunicação da visão. Antes de tudo, porém, se faz necessário incorporar, encarnar a visão: “...antes, medita nele dia e noite...” Se a causa que esposamos não nos envolver completamente, não conseguiremos a adesão de outros. O que devemos transmitir em relação à visão:

a)     Conhecimento: Não nos referimos aqui a conhecimento intelectual somente, mas aquele que advêm da relação e intimidade com Deus e Sua palavra;

b)    Experiência: Se relaciona à prática do conhecimento;

c)     Conduta e comportamento: Se relaciona à transformação como resultado da obediência e do relacionamento e,

d)    Relacionamento: Se refere à forma como conhecimento, a experiência e a conduta são obtidas, isto e, através da comunhão intima com Deus e uns com outros.

4.     Comprometimento

“Tão-somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares. Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido.” (Josué 1.7-8)

Para teres o cuidado... (vs 7), ...para que tenhas o cuidado... (vs 8). Comprometimento diz respeito ao zelo que temos com nosso chamado, com a visão e a transmissão. O fracasso nesta área pode comprometer todo o projeto.

Características do comprometimento:

a)     Pontualidade;

b)    Assiduidade;

c)     Tempo qualificado e,

d)    Disponibilidade.

Conclusão:

É bem possível ser chamado por Deus e ter consciência disso. Entretanto, se a visão for negligenciada, a transmissão não for adequada e o comprometimento não for integro, não haverá sucesso no empreendimento, embora Deus tenha prometido (vs 7 e 8). A prosperidade “então farás prosperar o teu caminho e serás bem sucedido...” (vs 8), depende de uma espiritualidade comprometida com o chamado, visão e transmissão do projeto de Deus.

 

Tópico: 4 (Quatro) Coisas Necessárias Para Fazer a Obra de Deus

Data: 19-06-2018

De: Cheila Medeiros

Assunto: Chamado

Muito informativo.

Data: 24-01-2018

De: Edna

Assunto: O que é mesmo fazer a obra de Deus?

Sou muito confusa nisso... Eu acho que fazer a obra de Deus não é ficar dentro de 4 paredes em rituais quase todos os dias. Na minha concepção a obra de Deus é fora, como Jesus fazia. Ele falou em Sua Palavra: IDE por todo mundo e pregai.....
Eu acho que dentro da igreja já tem ovelhas gordas só se alimentando e não leva o alimento a outras lá fora que estão famintas. Acho que isso sim é fazer a obra de Deus.
Me desculpa pastor ... se eu estiver errada me corrija,por favor...
É que tem hora que eu fico tão triste quando começo a receber cargos que me prendem dentro da igreja...
Me responda, por favor, o que é fazer a obra de Deus!!

Data: 27-03-2018

De: Alrxandre

Assunto: Re:O que é mesmo fazer a obra de Deus?

Tem servos para chamados diverentes uns para estar na igreja e outros nas missoes fora da igreja...

Data: 22-04-2018

De: pr fernando

Assunto: Re:O que é mesmo fazer a obra de Deus?

muito correto sua colocação,mas as duas tem.que estar numa,sintonia evangelizar e estar na.igreja fazer algo.na igreja é de sua importância. porque é o local onde apredemos e transmitimos o que aprendemos, ate porque Deus aconselha meditar dia e de noite pra ter em nossa boca o que falar aos outro, não fique triste quando seu oastor lhi der um cargo pois a travez de seu PASTOR Deus esta confiando em vc

Data: 22-04-2018

De: pr fernando

Assunto: Re:O que é mesmo fazer a obra de Deus?

muito correto sua colocação,mas as duas tem.que estar numa,sintonia evangelizar e estar na.igreja fazer algo.na igreja é de suma importância. porque é o local onde apredemos e transmitimos o que aprendemos, ate porque Deus aconselha meditar dia e de noite pra ter em nossa boca o que falar aos outro, não fique triste quando seu oastor lhi der um cargo pois a travez de seu PASTOR Deus esta confiando em vc

Data: 10-11-2017

De: fernando santos

Assunto: sei que sou ungido de Deus como faço pra ajudar pessoas ; sou filho de pai de santo

Me responda

Data: 28-08-2017

De: jose ronildo da silva

Assunto: fazer a vortada dedeus

rdrfc

Data: 20-08-2017

De: Agostinho Taveira

Assunto: Quero convidar pessoas para me ajudar orar pela a obra de Deus que tenho que fazer em Buritir dos Lopes no estado do Piauí que quesez me chame no mensagem ou no ZAP 62 9 861041

Obrigado pela atenção dispensada o meu convite

Data: 01-08-2017

De: neide

Assunto: Eu respiro a obra de Deus

Tudo que faço a com deleite amor alegria amo faser a obra de DEUS Eu e meu esposo

Data: 05-07-2017

De: Caciana

Assunto: A obra de Deus

A obra de Deus não pode ser por voluntários?não entendi,se não é por voluntários então é por obrigação? Deus fala q devemis fazer a obra Dele com amor. ...

1 | 2 | 3 >>

Novo comentário